Tombamento

Placatombamento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONDEPHAAT – Tombamento do Axé Ilê Obá
Diário Oficial – 16/8/90
Tombamento – Vila Fachini
TERREIRO “ACHÉ ILÉ OBÁ”
Rua Azor Silva, 77 – Vila Fachini
Processo: 26110/88 Tomb.: Res. SC 22 de 14/8/90

O Axé Ilê Obá, localizado no bairro do Jabaquara, em São Paulo, é um dos maiores terreiro de candomblé da cidade. O prédio foi construído entre 1960 e 1975 e só o salão principal tem 1,2 mil metros quadrados. O espaço é uma referência para o candomblé paulista e do país e atrai praticantes da religião e visitantes de todo o mundo.

Após grande esforço de resistência e dedicação, e pelo seu exemplo na manutenção do culto e das tradições religiosas de origem negra e a preservação da cultura brasileira, a Yalorixá Mãe Sylvia de Oxalá conseguiu o tombamento do Axé Ilê Obá. A casa, que significa em yorubá A Força da Casa do Rei, foi o primeiro terreiro tombado em São Paulo, em 1990.

O texto do tombamento, publicado no Diário Oficial do Estado, em 1990, resume essa importante casa de candomblé em São Paulo:

“Considerando a importância das religiões de origem negra na formação da identidade cultural brasileira; considerando o terreiro de candomblé Axé Ilê Obá um exemplo típico  da formação das casas de culto aos Orixás, considerando  os esforços desenvolvidos no Axé Ilê Obá para o aprimoramento do culto e a manutenção das tradições religiosas de origem negra estes motivos tornam evidente a importância do espaço por ele ocupado, portador de significados simbólicos de valor antropológico ehistórico, resolve:

ARTIGO 1 – Fica tombado como bem de Interesse Histórico o espaço sagrado do AXÉ ILÊ OBÁ”.

 

Referências:

Resolução SC 22/90
CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico,Artístico e Turístico do Estado de São Paulo.

Rita Amaral – Urbanitas – O tombamento de um terreiro de candomblé em São Paulo
Texto da Rita Amaral em PDF.